Fone:
+55 (16) 3513-2300

Selo Verde Empresa Certificada ISO 9001
Acesse também:

Governo mantém horário de verão em 2017 e prevê início em 15 de outubro

O governo federal decidiu que o horário de verão será mantido em 2017, disse o Ministério de Minas e Energia nesta segunda-feira, mesmo após estudos da pasta apontarem que a mudança nos relógios não tem mais trazido a mesma economia de eletricidade vista no passado.

"O horário de verão vai ocorrer normalmente em 2017. Não há mudanças previstas na medida", disse o ministério, em nota.

No horário de verão, que neste ano terá início em 15 de outubro, os relógios são adiantados em uma hora na maior parte do país, com o objetivo de propiciar um melhor aproveitamento da luz do sol e economizar eletricidade no início da noite.

A polêmica sobre a adoção ou não do horário de verão ganhou força na última semana, após o Ministério da Casa Civil dizer que o assunto estava "em avaliação" no governo federal.

Mais cedo neste ano, estudos de instituições do setor elétrico apontaram que mudanças no perfil de consumo de eletricidade ao longo dos últimos anos fazem com que a medida não tenha mais o mesmo efeito de economia, uma vez que o pico de demanda geralmente acontece no período da tarde, devido ao uso de ar-condicionado.

Ainda em maio, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) relatou ao governo que entrou em contato com 15 órgãos que operam sistemas elétricos ao redor do mundo e que estes disseram que "em muitos dos países a avaliação de impacto do Horário de Verão não é realizada e a adoção desta política está muito mais relacionada ao costume da população".

fonte: Udop, com informações da Reuters (escrita por Luciano Costa)