Fone:
+55 (16) 3513-2300

Selo Verde Empresa Certificada ISO 9001
Acesse também:

Indústria reduziu consumo energético em 2,4% no final de maio, afirma CCEE

Imagem: SXC Imagem: SXC

A greve dos caminhoneiros nas últimas duas semanas de maio impactou diretamente o consumo de energia nos principais setores da economia do país, que registraram queda de 2,4% no período, segundo análise da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica - CCEE. Os ramos de atividade mais prejudicados pela paralisação foram o alimentício, com 39,5%, bebidas, 31%, veículos, 28,6%, manufaturados diversos, 24,2%, madeira, papel e celulose, 22,7% e de minerais não metálicos, com21,6%.

Na análise anterior da Câmara de Comercialização, entre 1º e 22 de maio, estes mesmos segmentos haviam apresentado crescimento no consumo energético: alimentícios, com 1,5%, bebidas, 7%, veículos, 5,7%, manufaturados diversos, 3,3%), madeira, papel e celulose, 6,4% e minerais não metálicos, com 4,7%, o que confirma o impacto significativo da greve no desempenho da indústria no último mês.

Já o consumo de energia em todo o país, durante o mês de maio, ficou estagnado frente à demanda por energia no mesmo período de 2017.

fonte: Udop, com informações do CanalEnergia